Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2009
Hoje caminhei por uma rua qualquer
e vi flores tristes e cabisbaixas
Parecia que era pela falta do sol
ou quem sabe foi pela presença da chuva rara
Eu realmente não compreendi o porquê de tanta tristeza
Só sei que enquanto caminhava sob o sol
eu notei que a alegria das flores era maior
pois pude perceber que elas olhavam pro céu
talvez por pressentirem a chuva que vinha
ou até mesmo porque o sol ainda não havia ido embora.
Seriam as flores também tão indecisas?
o que poderia eu então dizer sobre as abelhas
que se sentem tão libertas ao poder voar
e roubar o néctar das flores presas ao chão
que sonham com o sol e a chuva
enquanto estão plantadas ao solo
Quem sabe se isso não é só medo da solidão?

Esboço da loucura

As vezes eu não preciso ficar aqui mas não consigo ir à lugar algum
eu tenho mania de criar muros enormes e poços profundos
meus olhos não conseguem ignorar o que o coração ja sentiu
ou não é o coração porra nenhuma, é apenas a carne, um vazio
não sou muito esclarecido quanto a isso
ou o que faço é apenas esconder um pouco
as coisas que surgem quando me encontro meio louco
com tudo o que a minha impaciência só aumenta
com álcool, cigarros e isso cada vez mais me atormenta
e então lá estou eu de novo com meus pensamentos
misturados à meus olhos trincados, tão envergonhados.
um palhaço de aço que ainda ri quando por dentro chora
e depois que todos vão embora da cabeçadas pra ver se isso tudo piora
parece gostar tanto de errar, de esperar sua vez passar
de ser as vezes tão intransigente pra causar um impacto diferente
fica remoendo até mesmo o presente, roendo a unha, rangendo os dentes
e se eles um dia caírem todos da boca acho que é o espelho que então vai sorrir
pra que eu desista e diga então …