Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2010
Algo floresce em mim e eu não sei o que é
quem sabe meu hiato criativo esteja prestes a acabar
mas se serei finalmente capaz de criar algo de novo
que dom maior eu teria então?

Eu olhei pela janela mas ninguém me viu
E enquanto eu procurava pelo o que eu não sei o que é
eu eu tentei desvendar tudo pra desvendar o que há aqui dentro
e que daqui de dentro me leva compartilhar beijos coletivos
em dias seguidos de festas e álcool
em conversas malucas que parecem não ter mais fim

Mas eu só ouço e quando falo é por que o que está dentro me escapa
por que é forte o bastante pra acreditar que ainda pode derrotar
uma vontade também existente de não querer mais enxergar
e se fosse possível que também ninguém mais pudesse me ver

Ah mas do que eu estou falando: será que eu mesmo sou capaz de me ver?
através dos muros altos e espessos que rodeiam meu coração?
Através da minha invisibilidade existente mesmo diante do espelho?
Por que quando me sinto forte o espelho se quebra e o muro simplesmente desaparece
Mas…
Queria poder ser o pai daquele que vai ser o filho mais louco
Queria ser o louco que é entendido só por quem tem sanidade no coração