Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2013
Sim, o amor, a compreensão e até mesmo o respeito para com aquilo que não se compreende, juntos podem tornam as pessoas mais bonitas e capazes de se sentirem mais felizes. Já a falta disso tudo? EAARGH! Que nojo! Mas ainda existe a pena e ela é como um presentinho dado à quem julgamos incapazes ou inferiores, e é também como a migalha indiferente dada aos pobres, alienados, perdedores por achar que estes mesmo sendo muitos sempre serão menores e ignoráveis.
Veja bem, não sou apenas um cara que é só desconfiado de tudo e só por isso não se permite ser qualquer outra coisa. Juro que não sinto prazer algum em ver o mundo e as coisas assim, contudo sei também dos incontáveis olhares desconfiados com que já olharam pra mim. Ah, eu também sei muito bem do quanto andei extrapolando o número de vezes em que me permitido continuar sendo ingênuo, sei que extrapolei e foi tanto que não acho mais justo permitir que outros hoje em dia ainda queiram continuar extrapolando com isso, com as burrices que ainda insisto em manter. Certas burrices só são percebidas por quem teima em ser consciente, só perde a consciência quem um dia já teve. As burrices são minhas, penso saber até que ponto devo mantê-las e enquanto for necessário irei mantê-las até mesmo com uso de torniquetes. Quando eu pensar que não há mais dever algum de minha parte com essas burrices todas, pretendo eu mesmo ser capaz de arrancá-las, mesmo que eu faça uso da força, mesmo que seja pr…
Ah mas a vida é uma mulher que de tão imprevisível que é transforma o anfitrião no membro mais indesejável da festa. Não to dizendo que isso seja uma regra, nem se trata disso ou daquilo, a vida simplesmente me parece um eterno vice-versa.

Minha Sonora Mulher

Sei que há casamentos e "casamentos", por isso também considero que talvez o problema do casamento que fiz com a música, é que ela sendo uma mulher vaidosa, assim como todas as outras mulheres também devem ser, acaba não respeitando a enorme falta de recursos que tenho enquanto tento lidar com os enormes e mais variados caprichos que ela tem. Por isso ( e ainda bem), por mais que o meu casamento não passe de um casamento ingrato e filho da puta de tão exigente, ainda não acho que tudo precise ser só lamento. Vez ou outra me envolvo numa boa com essa mulher, e por mais que ela seja invisível e intangível, sempre que pode ela faz questão de me gritar nos ouvidos. Mulher sonora que é essa minha, faço questão de manter-me fiel para com ela e ela me correspondendo de maneira generosa que é não permite jamais que eu me encontre cercado de qualquer silencio muito profundo ou triste.